A primeira biblioteca infantil multilíngue da América Latina

Com acervo de 11 000 títulos, espaço parece uma caixa de brinquedos

 

Imagine poder entrar em uma caixa de brinquedos. Com estrutura de madeira, logo nos primeiros passos já se veem uma poltrona decorada por bichinhos dos Irmãos Campana e um pufe colorido de Marcelo Rosenbaum. E depois pelúcias, instrumentos musicais, pequenas mesas e uma TV que só passa desenhos. Em toda a lateral, muitos livros distribuídos em boxes – alguns até com fundo de led que troca de cor. Assim é a Biblioteca Infantil Multilíngue, inaugurada no início deste mês na Belas Artes. Entre seus 11 000 exemplares, estão dez idiomas como inglês, espanhol, francês, chinês, russo, bósnio e também português.

O espaço foi idealizado pela jornalista Duda Porto de Souza, que angariou doações até montar todo o acervo. Ele inclui raridades como uma versão de O Patinho Feio, em preto e branco e com capa em relevo, de 1986. Uma edição sofisticada de A Invenção de Hugo Cabret (2007) também chama a atenção dos visitantes. As belas ilustrações da história que foi parar no cinema em 2011, em filme homônimo, são uma atração à parte.

Edição de ‘O Patinho Feio’ dos anos 80 é uma das raridades da biblioteca

 

Nos setores especializados, uma prateleira abriga quinze unidades de Pequeno Príncipe, em português, francês e inglês. Logo ao lado, fica o cantinho da acessibilidade, que traz obras em braile. Podem ser encontrados ainda um livro todo dedicado à vida de pintores como Portinari, material religioso para crianças e encadernações emborrachadas para bebês. Além disso, uma gibiteca com edições da Turma da Mônica foi doada por Mauricio de SousaZiraldo, Ruth Rocha e outros autores também enviaram à biblioteca suas coleções infantis completas.

‘O Pequeno Príncipe’: exemplares em português, inglês e francês

 

O clima de descontração do local se completa com os 500 brinquedos educativos e instrumentos, que podem ser usados durante a leitura. “A ideia é mostrar que ler também é diversão”, diz Leila Rabello, 50 anos, gerente do Centro Gestor de Informação da Belas Artes.

Mesinha com brinquedos que pode ser usada durante a leitura

 

Uma programação especial, com contação de histórias e oficinas de xadrez e pintura, será em breve uma rotina às sextas e sábados pela tarde.

Para levar um livro para casa, bastar fazer um cadastro pessoalmente, levando a cópia de um documento e comprovante de endereço. Gratuitamente, o usuário pode usufruir do exemplar por quinze dias e renovar quantas vezes quiser, caso não haja reserva do mesmo livro.

Biblioteca Infantil Multilíngue

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Rua Doutor Álvaro Alvim, 90, Vila Mariana

Segunda a sexta, das 9h às 18h e sábado, das 9h às 16h

Fonte: Veja

Anúncios

2 respostas em “A primeira biblioteca infantil multilíngue da América Latina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s